Reabilitação Cognitiva através do Rehacom nas Dificuldades de Aprendizagem e na Hiperactividade com Défice de Atenção

As Dificuldades Específicas de Aprendizagem em termos genéricos referem-se a um grupo heterogéneo de alterações que se manifestam por dificuldades significativas na aquisição e utilização das capacidades auditivas, verbais, matemáticas, de leitura e escrita, de raciocínio ou das aptidões sociais. Estas alterações são intrínsecas ao indivíduo e presumivelmente devidas a uma disfunção do Sistema Nervoso Central, que podem ocorrer ao longo do ciclo de vida. Pensa-se também que a dificuldade de aprendizagem pode ocorrer concomitantemente com outros handicaps de influência socio-ambiental, especialmente com o Défice de Atenção, podendo causar problemas de aprendizagem.
A Hiperactividade com Défice de Atenção é uma perturbação do comportamento infantil, de base genética, em que estão implicados diversos factores neuropsicológicos que provocam na criança alterações atencionais, impulsividade e uma grande actividade motora. Trata-se de um problema generalizado de falta de auto-controlo com repercussões no seu desenvolvimento, na sua capacidade de aprendizagem e no seu ajustamento social.
De forma a identificar a presença, natureza e localização da lesão ou da disfunção cerebral é realizada uma Avaliação Neuropsicológica. Deste modo, estas crianças são sujeitas a uma Avaliação Neuropsicológica das suas funções nervosas complexas a fim de se identificar as habilidades e os défices cognitivos.
A avaliação das capacidades funcionais da criança vai no sentido do planeamento do programa de reabilitação.
Sendo que a reabilitação no contexto da neuropsicologia é perspectivada numa base de recuperação, potencialização e maximização das capacidades cognitivas que se encontram diminuídas. O conceito de reabilitação pressupõe sempre uma dimensão de mudança pessoal. É um processo interactivo onde a criança trabalha conjuntamente com o neuropsicólogo no sentido de resolver, reduzir ou ultrapassar as suas dificuldades.
No Centro de Desenvolvimento Infantil – Estímulopraxis o neuropsicólogo desenvolve um plano de intervenção com a criança através de um Programa de Treino Informático – RehaCom.
O RehaCom é um conjunto de programas de software que permitem treinar as capacidades mentais. É um instrumento apropriado para ajudar a estimular e mesmo reabilitar funções cognitivas importantes como a atenção/concentração, a memória, o raciocínio lógico, a capacidade para planear ou a velocidade para processar a informação, entre outras.
Através das imagens e do som do computador, o sistema cria tarefas específicas para cada utilizador. Ao tentar dar resposta a essas tarefas, a criança está a activar circuitos neuronais do seu cérebro, promovendo desta forma a estimulação ou a reabilitação cognitivas.  O RehaCom não é um mero jogo de computador, é um sistema informatizado de procedimentos cientificamente compilados para a reabilitação das funções cognitivas.
O Software é constituído por diversos programas destinados às diferentes áreas cognitivas a reabilitar:
– Atenção e Concentração;
– Vigilância;
– Memória Topológica;
– Memória de Palavras;
– Memória Verbal;
– Memória de Faces;
– Capacidade de Reacção;
– Planeamento;
– Raciocínio Lógico;
– Operações Espaciais;
– Capacidade Visuo-Construtiva;
– Aprendizagem Saccade;
– Coordenação Visuo-Motora.
Após um período adequado de treino e com os resultados alcançados, uma criança, por exemplo, com Défice de Atenção e Dificuldades de Aprendizagem, obterá uma melhor performance intelectual a nível escolar facilitando a sua autonomia e integração social.
Centro de Desenvolvimento Infantil – Estímulopraxis
Drª Filipa Lourenço – Neuropsicóloga